ESTUDO:O PECADO DE DAVI: CONFISSÃO E ARREPENDIMENTO


                     UM ESTUDO DO SALMO 51

                            Texto Bíblico: Sl 51; II Sm 11.
INTRODUÇÃO: Este Salmo é o registro da agonia da alma de Davi, após o seu terrível crime de adultério e assassinato. Davi viu, cobiçou, adulterou e tentou esconder o seu pecado. Ele usou quatro planos para encobrir o seu pecado:
  • PLANO A – Dar férias ao marido de Bate-Seba.
  • PLANO B – Dar um banquete ao marido de Bate-Seba.
  • PLANO C – Encomendar a morte do marido de Bate-Seba.
  • PLANO D – Casar-se com Bate-Seba para esconder a gravidez.
Tudo parecia perfeito. Todas as provas do pecado foram aparentemente destruídas. Só uma coisa eles não contavam: É que Deus estava vendo, 2 Sm 11:27. O Senhor enviou a Davi o profeta Natã para repreendê-lo. Davi, então, foi tomado por um sentimento de culpa e horror. E foi nessa condição que ele escreveu o Salmo 51. Aqui Davi reconheceu o seu pecado, arrependeu-se e foi reconduzido à comunhão com Deus. Vejamos o que podemos aprender com o arrependimento de Davi, como o caminho da restauração.

1. A ABSOLUTA NECESSIDADE DO ARREPENDIMENTO
Enquanto Davi calou o seu pecado, a sua vida murchou e a alegria de salvação foi embora, porque a mão de Deus pesava sobre ele. Não há libertação, cura nem restauração, onde não há arrependimento.
a) O primeiro passo da restauração é o reconhecimento do pecado – v. 3
  • Davi por um tempo escondeu o seu pecado. Mas isso estava arruinando a sua vida. Convicção  de pecado é o primeiro passo para a restauração. Não há esperança de perdão e restauração, enquanto você não reconhecer o seu pecado.
  • Seja honesto com você mesmo. Pare de argumentar e se justificar. Faça como Davi: “Eu conheço as minhas transgressões” (v. 3). O mundo fará qualquer coisa para impedir que você encare a si mesmo: as pessoas estão lotando os cinemas, entupindo as passarelas do carnaval, lendo novelas, divertindo-se, porque não querem olhar para dentro de si mesmas.
b) O segundo passo da restauração é o reconhecimento da natureza do que nós temos feito – v. 1-2. Davi usa aqui três palavras:
  • Transgressão = rebelião, revolta da vontade contra a autoridade. Davi admite que foi rebelde. Sua própria vontade prevaleceu. Ele foi governado por um desejo lascivo. Fez o que a sua consciência reprovava. Foi um ato deliberado de desobediência, uma violação da autoridade divina.
  • Iniqüidade = perversão. Algo sujo, indigno, vergonhoso. Há outras coisas pervertidas: ciúme inveja, malícia, impureza.
  • Pecado = errar o alvo. Não estamos vivendo conforme deveríamos viver. Estamos fora da linha.
c) O terceiro passo é confessar que tudo isso é feito contra Deus e diante de Deus – v. 4
  • Davi pecou contra Bate-Seba, contra Urias, contra sua família, contra a nação, contra os homens que foram mortos na batalha, mas ele confessa: “Contra ti somente pequei”.Sempre que pecamos contra alguém, estamos pecando contra Deus.
  • Davi violou sua consciência, desobedeceu à Palavra, ultrajou a santidade de Deus. Sempre que pecamos, nos insurgimos contra Deus.
d) O quarto passo é o reconhecimento de que não temos nenhuma desculpa nem direito – v. 4b

  • Davi não tem desculpa nenhuma. Nenhuma defesa, nenhum direito a reinvidicar. Ele admitiu que o seu pecado foi resultado da sua teimosia.Enquanto você tentar se justificar, você não terá dado provas de arrependimento. O arrependimento é o reconhecimento de que você não merece nada senão o juízo.
 e) O último passo da restauração é reconhecer que a sua natureza é essencialmente má – v. 5
  • Davi reconhece que a razão de ter pecado não é só o mundo, a beleza do corpo de Bate-Seba, é o seu coração sujo; algo dentro dele que estava corrompido.
  • O meu maior problema sou eu. Sou corrompido. Meu coração é uma fábrica de iniqüidade. É de dentro de mim que procedem os maus desígnios.Não é simplesmente a pornografia, é o meu coração lascivo. Não é a guerra, é o meu coração perverso. Não é a injustiça social, é o meu coração avarento. Quando você percebe estava verdade a seu respeito, a única coisa que você pode fazer é clamar como Davi: “Tem misericórdia de mim, ó Deus”.
2. O PROFUNDO ANSEIO PELO PERDÃO DE DEUS
a) É preciso ter profunda consciência do seu estado e condição-v. 1.
  • Davi estava desesperado. Ele não podia fugir dessa situação. Ele estava encurralado, preso pelas cordas do seu pecado.· Davi era rei, rico, poderoso, famoso, mas agora, nada lhe satisfazia. Estava quebrado, doente, aflito. A mão de Deus estava pesando sobre ele.· Ele precisava de paz, de perdão. Ele clama: “Tem misericórdia de mim, ó Deus”.
  • Não glorificar a Deus é o maior de todos os pecados. É negar o propósito da sua existência, Dn 5.23 . A essência do pecado não é ser culpado de ações particulares, é não estar glorificando a Deus.
b) É preciso ter profundo desejo do perdão divino – v. 1b
  • Davi tem consciência da sua culpa, mas não pára aí. Só sentir o peso do pecado pode levar ao remorso e a autodestruição. Ele não fugiu de Deus, ele correu para Deus. Ele desejou ser perdoado e purificado.
c) É preciso ter profunda consciência da nossa total impotência – v. 16
  • Davi não pode tranqüilizar sua própria consciência. Quando a consciência acorda é uma coisa tremenda. Mais cedo ou mais tarde a consciência de todo homem despertará. Às vezes, ela só desperta no leito da morte. Outras vezes, só depois da morte (Lc 16:19-31). A consciência do homem rico só despertou no inferno.
  • Davi está aqui tentando acalmar a sua consciência. Ele não tem paz. Ele tenta fugir do seu pecado, mas ele está sempre diante dos seus olhos.
d) É preciso ter uma novo atitude para com Deus – v. 1,17
  • A pessoa contra quem Davi pecou é Deus, mas a pessoa que ele deseja acima de tudo é Deus. Isso é o que faz diferença entre arrependimento e remorso.
  • Muitos ao pecarem deixam a Deus, a igreja, a Bíblia, a oração. Fogem de Deus. Esse é o caminho oposto do arrependimento.· Mas Davi quer Deus. Ele sabe que só Deus pode restaurá-lo. Ele sabe que Deus é benigno, misericordioso e perdoador.· Davi sabe que Deus não rejeita quem tem o coração quebrantado. Se confessarmos os nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar.
3. A MAIOR NECESSIDADE DO PECADOR ARREPENDIDO E PERDOADO
a)A necessidade de um novo coração – v. 10
  • O nosso coração está errado. Precisamos de um novo coração.· Você não pode corrigir a você mesmo. Você não tem poder para mudar a você mesmo.· Você não deve se considerar melhor do que Davi. O padrão de Deus é v. 6: “Verdade no íntimo”.
  • Precisamos pedir a Deus um coração puro.
b). Razões para termos um novo coração
  • Por causa da infidelidade e a insinceridade da nossa natureza (v. 6).Nosso coração é enganoso e corrupto. Não podemos confiar em nós mesmos.
  • Por causa da nossa falta de sabedoria (v. 6b). Precisamos de discernimento de Deus para não errar, para não tomarmos decisões no poder da paixão carnal.
  • Por causa da nossa incapacidade de mudarmos a nós mesmos (v. 10). Só Deus pode dar um novo coração. Só Deus pode nos mudar. É operação sobrenatural! (2 Co 5:17).
4. OS RESULTADOS DO VERDADEIRO ARREPENDIMENTO
a) Grande júbilo e alegria – v. 8,12.· Essa alegria não é algo que tem a ver com o temperamento. É a alegria de Deus. É a alegria da salvação, é alegria do céu. O seu pecado roubou dele temporariamente essa alegria. O pecado é um ladrão de alegria.
b) Desejo de viver para a glória de Deus, testemunhando as maravilhas divinas – v. 13-15.· Davi quer agora viver para agradar a Deus e não aos seus próprios desejos. · Em vez de pedra de tropeço, instrumento de bênção para os outros.· Davi não quer mais viver nas trevas, quer revelar aos outros a luz de Deus.· O perdoado é aquele que não se contenta em apenas ter a bênção para si, ele quer ser portador dessa bênção para os outros.
 
CONCLUSÃO: Davi ao pecar não perdeu a salvação, mas perdeu a alegria da salvação. Uma vez que reconheceu seu pecado e se arrependeu, buscou novamente a comunhão com Deus. Sempre que erramos precisamos confessar nossos pecados e receber a restauração de Deus. Deus é poderoso para nos perdoar uma vez que reconheçamos que temos pecado contra Ele.

11 comentários:

Márcio Souza disse...

Sou Márcio Gonçalves li e me identifiquei,pequei contra Deus estou pagando,colhendo o que plantei e reconheço que fora de Deus não se vive,existe.

carlos santos disse...

Amém senhor

leandro junior disse...

As misericórdias de Deus se renovam a cada manhã.E somente com arrependimento verdadeiro podemos alcançar

rose disse...

Márcio por essa leitura que fala sobre o arrependimento de de David ,podemos nos espelhar nele. Deus é galardoador daquele que o busca com desejo de salvação. Então não pasme ,busca ao Senhor enquanto a tempo

Thais Je disse...

Sempre cometo o mesmo pecado. Peço perdão, mas o inimigo me tenta novamente e sempre caiu no mesmo erro. Não aguento mais isso, quando estou indo bem na presença do Senhor, acabo errando e estragando tudo. Tenho ate vergonha de pedir perdão ao Senhor pelo mesmo erro novamente. O que faço?

carlos augusto disse...

Caro amigo peça a Deus força e fuja do pecado busca nascer de Deus e receber o Espirito Santo assim vc tera força pra vemcer a satanas e outra nao fique se culpando mais aceite o perdao de Deus e lute contra esse pecado

Simis disse...

Pequei contra Deus, trai meu esposo, mas sinto que ele não terá estrutura pra ouvir minha confissão, até mesmo. Porque estamos passando por um momento difícil. O que fazer..?? Ajude me irmãos.. Estou arrependida, e tenho buscado a Deus..

Roger Rogério disse...

Irmã se vc está em sinceridade de arrependimento diante de Deus peça em oração para que ele crie há situação favorável para a confissão do pecado e tenho certeza que ele assim o fará pois ele ama vc e sua casa . Peça a Deus para que nesse momento o Espírito Santo te ilumine e coloque as palavras certas em sua boca com confiança em Deus e em cristo .
Ore há Deus incessantemente por esse momento com fé e confiança. Oração é a fonte de tudo. Dedique se a oração.

Paula disse...

Olá, Roger Rogério! Mas se ao pecarmos é contra Deus e é à Ele q Devemos pedir perdão, como tbm é dEle q precisamos receber perdão,pq ela deverá contar ao cônjuge, Já que ela está arrependida e consequentemente não voltará a cometer o mesmo pecado e tbm pq como ela falou q o seu cônjuge ñ terá estrutura para essa confissão,vindo a causar uma série de problemas na vida do mesmo,pq realmente existe pessoas que ñ são psicologicamente capazes de superar tais situações,levando-o ao mais profundo sentimento de amargura,tristeza... muitas vezes sem volta para prosseguir com a vida!Então,pergunto,é realmente necessário contar? Deus ñ irá perdoá-la através do seu verdadeiro arrependimento e confissão à Ele?

Unknown disse...

Concordo plenamente,se o cônjuge dela não tem estrutura pra aceitar o arrependimento sincero,vai causar problemas conjugais e psicológicos é melhor deixar somente com aquele que tudo ver e ELE verá a sinceridade dela para perdoa-la,afinal DEUS vê o coração e o seu marido só o físico.

Eduardo Caiongo disse...

A honra e gloria seja dada a Deus, deu ao pastor esta sabedoria divina. Este google ou artigo ajudou-me de que maneira, por isso eu Eduardo Caiongo desejo-vos muita força e realizações neste ministério. O meu muito obrigado mesmo, tivi um grande estudo convosco

Postar um comentário