ESTUDO:“ALGUÉM ME TOCOU PORQUE DE MIM SAIU VIRTUDE”


A CURA DA MULHER QUE TINHA UM FLUXO DE SANGUE:

UM ESTUDO EM  MARCOS 5.23-34


INTRODUÇÃO: Um dos milagres mais conhecidos de Jesus é o pisódio da mulher que tinha um fluxo de sangue. Nos dias do Seu Ministério Terreno, sempre acompanhado de grande multidão, aconteceu o que chamamos de toque de fé de uma mulher anônima, excluída da comunidade religiosa por ser doente, pobre por ter gastado todos os seus bens buscando cura para sua enfermidade e excluída da comunidade por causa da doença. Num momento de profundo desespero, impossibilitada de chegar até ao Senhor ,ela resolveu fazer o seu último gesto de esperança: tocar Jesus de forma anônima e silenciosa. A história dessa mulher traz aos nossos corações preciosas lições que podemos aplicar às nossas vidas.

I. O TOQUE DA FÉ COMEÇA COM  UMA GRANDE NECESSIDADE – v. 25
1. Um sofrimento prolongado – v. 25.Aquela mulher  buscou a cura durante doze anos. Foi um tempo de busca, de esperança frustrada  e de enfraquecimento constante. Hoje milhares estão sofrendo há muito tempo apesar de ter buscado solução em todos os caminhos.
2. Um sofrimento que gera desesperança – v. 26. Ela procurou a cura e gastou tudo que tinha com vários médicos. Mas, apesar de todos os seus esforços, perdeu não só o seu dinheiro, mas também a sua saúde. Ficava cada vez pior. A sua doença era crônica e grave. Os médicos não puderam ajudá-la.
3. Um sofrimento que destruía os seus sonhos – v. 25.Aquela mulher perdia sangue diariamente. Ela tinha uma anemia profunda e uma fraqueza constante; iria  morrer pouco aos poucos. Foi no meio de tanto desespero e infelicidade que ela ouviu falar de Jesus.
4. Um sofrimento que produzia terríveis segregações – v. 25. Essa mulher doente enfrentou   segregação na área familiar (não podia tocar em ninguém); na área social (não podia se relacionar com ninguém); na área religiosa (não podia adorar no Templo). Por causa da doença, ela não tinha vida.
II. O TOQUE DA FÉ ACONTECE QUANDO BUSCAMOS A JESUS – v. 27
1. Os nossos problemas não apenas nos afligem, eles também nos arrastam aos pés de Jesus.V. 27.A mulher doente, depois de procurar vários médicos, sem encontrar solução, buscou a Jesus. Ela ouvira falar de Jesus e das maravilhas que ele fazia (v.27). A fé vem pelo ouvir (Rm 10.17). O que ela ouviu produziu tal espírito de fé que dizia para si: “Se tocar tão somente em seu manto ficarei curada” (v.28). Ela não somente disse que seria curada se tocasse nas vestes de Jesus, mas tocou e foi curada. Muitos são levados a Cristo por causa de um sofrimento, de uma enfermidade, de um casamento rompido, de uma dor que os aflige. Essa mulher rompeu todas as barreiras e foi tocar nas vestes de Jesus.
2. Quando os nossos problemas parecem insolúveis, ainda podemos ter esperança – v. 27, 28.A mulher ouviu sobre Jesus, sobre o seu ministério de libertação e cura (5.27). Quando tudo parece estar perdido, ainda há uma saída, com Cristo. Jesus estava atendendo a uma urgente necessidade: indo à casa de Jairo, um homem importante, para curar a sua filha que estava à morte (v.23,24). Mas Ele parou para cuidar dessa mulher. Ela podia não ter valor nem prioridade para a multidão, mas para Jesus ela tinha todo o valor do mundo. Era uma mulher de fé (Hb 11.6)
3. Quando nós tocamos as vestes de Jesus com fé, podemos ter a certeza da cura – v. 28, 29.No meio da multidão que comprimia a Jesus, a mulher tocou em suas vestes e ele perguntou: “Quem me tocou nas vestes?” (5.30). O que houve de tão especial no toque dessa mulher? Por que o Senhor identificou que não fora um toque ocasional causada pela multidão? O Senhor identificou como um toque de fé porque:
a)Foi um toque intencional. Ela não tocou em Jesus acidentalmente; ela pretendia tocá-lo.
b)Foi um toque proposital. Ela deseja ser curada do seu mal que a atormentava há doze anos.
c)Foi um toque confiante. Ela foi movida pela fé.
d)Foi um toque eficaz. Quando ela tocou em Jesus, ficou imediatamente livre do seu mal. Sua cura com completa e cabal. Ela recebeu a cura em três dimensões da sua vida:
·         A cura  física. O fluxo de sangue foi estancado.
·         A cura emocional. Jesus não a desprezou, mas a chamou de filha (5.34) e lhe disse: “Tem bom ânimo” (Mt 9.22).
·         A cura espiritual. Jesus lhe disse: “A tua fé te salvou” (5.34).
III. O TOQUE DA FÉ ACONTECE QUANDO O CONTATO PESSOAL COM JESUS É O NOSSO MAIOR OBJETIVO DE VIDA – v. 27-34
1. Muitos comprimem a Cristo, mas poucos o tocam pela fé – v. 27, 34.Jesus freqüentemente estava no meio da multidão. Ele sempre a atraiu, não obstante a maioria das pessoas que o buscava não ter um contato pessoal com ele. Muitos seguem a Jesus por curiosidade, mas não desfrutam de nenhum benefício dele. Jesus conhece aqueles que o tocam com fé no meio da multidão.
·         Pela fé nós cremos, vivemos, permanecemos firmes, andamos e vencemos. Pela fé nós temos paz e entramos no descanso de Deus. A multidão vem e a multidão vai, mas só essa mulher o tocou e só ela recebeu a cura. Aos domingos, muitos vão à igreja. Nós não conhecemos o coração e o desejo das pessoas. Mas no meio de toda essa gente, Jesus continua perguntando: quem me tocou?
·         Muitas pessoas vêm à igreja porque estão acostumadas a vir. Acham errado deixar de vir. Mas estar em contato real com Jesus não é o que esperam acontecer no culto. Elas continuam vindo e vindo até Jesus voltar, mas só despertarão tarde demais, quando já estiverem diante do tribunal de Deus para prestar contas da sua vida.
·         Alguns vêm para orar, mas não tocam em Jesus pela fé. Outros se assentam ao redor da mesa do Senhor, mas não têm comunhão com Cristo. Comem o pão e bebem o vinho, mas não se alimentam de Cristo. Cantam, oram, ajoelham, ouvem, mas isso é tudo; eles não tocam o Senhor nem vão para casa em paz. Possivelmente esse seja o maior número na igreja: é como a multidão que comprime Jesus, mas não o toca pela fé. Eles Vêm à igreja, mas não se encontram com Jesus. Meu conselho aos membros e líderes da nossa Igreja é que você não deve abrir mão de tocar hoje nas vestes de Jesus. Não se contente apenas em orar mecanicamente, toque em Jesus pela fé. Não se contente em apenas ouvir este estudo, toque hoje nas vestes de Jesus.
·         A mulher que tinha um fluxo de sangue não estava apenas no meio da multidão que apertava Jesus, ela tocou em Jesus pela fé e foi curada! Seu toque aconteceu de forma diferente da multidão:
a)Ela tocou em Jesus sob grandes dificuldades. Havia uma grande multidão embaraçando seu caminho. Ela estava no meio da multidão apesar de estar doente, fraca, impura e rejeitada.
b)Ela tocou em Jesus secretamente. Vá a Jesus, mesmo que a multidão não o perceba , pois ele pode libertar você do seu mal.
c)Ela tocou em Jesus sob um senso de indignidade. Por ser cerimonialmente impura, estava coberta de vergonha e medo. Conforme o ensinamento judaico, o toque dessa mulher deveria ter tornado Jesus impuro, mas foi Jesus quem a purificou.
d)Ela tocou em Jesus humildemente. Ela o tocou por trás, silenciosamente. Ela prostrou-se trêmula aos seus pés. Quando nos humilhamos, Deus nos exalta. Ela foi liberta do seu mal.
2. Aqueles que tocam a Jesus pela fé são totalmente curados – 34.Dois fatos podem ser destacados sobre a cura dessa mulher:
a)A cura foi imediata. A cura que ela procurou em vão  foi realizada num momento e instantaneamente. Muitas pessoas por vários anos correm de lugar em lugar, andam de igreja em igreja, buscando paz com Deus, mas ficam ainda mais desesperadas. Porém, em Cristo há cura imediata para todas as nossas enfermidades físicas, emocionais e espirituais. Foi assim que Jesus curou aquela mulher.
b)A cura foi completa. Embora seu caso fosse crônico, ela foi completamente curada. Há cura completa para o maior pecador, para aquela pessoa  rejeitada ou afundada no pântano do pecado. Ainda que uma pessoa esteja possessa de demônios, há cura para ela. Ainda que a mente esteja cheia de dúvidas, elas poderão ser dissipadas quando se toca em Jesus.
3. Aqueles que tocam em Jesus são conhecidos por ele – v. 32, 3. Jesus perguntou: “Quem me tocou nas vestes?” (5.30). Você pode ser uma pessoa estranha para a multidão, mas não para Jesus. Seu nome pode ser apenas “alguém” e Jesus saberá quem é você. Se você o tocar haverá duas pessoas que saberão: você e Jesus. Lucas registra: “Alguém me tocou, porque senti que de mim saiu poder” (Lc 8.46). A Bíblia diz que Deus conhece os que são seus (2 Tm 2.19). Se você tocar em Jesus, o poder da cura tocará em você e você será conhecido no céu.
4. Aqueles que tocam em Jesus devem fazer isto conhecido aos outros – v. 33.Você precisa contar aos outros tudo o que Cristo fez por você. Jesus quer que você torne conhecido aos outros o que ele fez em você e por você. Não fique mais anônimo no meio da multidão. Não cale a sua voz. Não se acovarde depois de ter sido curado. Talvez você já conheça o Senhor há anos e ainda não o fez conhecido aos outros. Rompa o silêncio e testemunhe! Vá e conte ao mundo o que Jesus fez por você.
CONCLUSÃO: Jesus disse para mulher: “Vai-te em paz, e fica livre do teu mal” (v.34). A bênção com que Jesus despediu a mulher é uma promessa para todo aquele que vive com medo, angústia e com uma hemorragia existencial. Todo aquele que toca em Jesus pode voltar para casa livre, curado, perdoado, salvo. Vamos ministrar aos que necessitam, aos doentes do corpo e da alma: Vai em paz e fica livre do seu mal!

13 comentários:

Bruno Hiego disse...

Como que ela gastou todo o seu dinheiro com varios medicos se ela era descriminada e não podia e não tinha contato com ninguem?

Marcelo Araujo disse...

Boa pergunta

Marcelo Araujo disse...

boa pergunta eu tava pensando isso hoje

Marcelo Araujo disse...

Boa pergunta

Marcelo Araujo disse...

Boa pergunta

Kellison Eduardo disse...

Ela começou esse problema quando tinha aproximadamente uns 14 anos, e foi deixada em um local separado onde até mesmo leprosos ficavam conhecido como "Arraial dos Impuros" ela recebia ajuda dos pais é claro, que queria tirar ela daquela situação.

Jefferson Torquato disse...

Porque quando aquela mulher tocou em Jesus porque ele pergunto quem tocou nele ele não era iniciante, porfavo me responde

Jam Fortunato disse...

Porque nós precisamos testemunhar os milagres do Senhor.

Unknown disse...

Para que ele se identificasse, pq muitos estavam ali por curiosidade e ela tocou por necessidade. Qd ela se identificou foi quebrado vários "rótulos" da época, tipo: desprezo; pois uma mulher c/ aquela doença não podia tocar e ser tocada por alguém. Ela saiu do arraial das impuras, enfrentou tudo e todos escondida para tocar em Jesus, pois sabia ELE iria passar por ali e tocando-o, recebeu virtude, ou seja, ELE ficou 100% Cristo e emanou para aquela mulher virtude, que a curou imediatamente. Ele quis deixar este legado. "Nem todos que estão perto, estão com o mesmo propósito." muitos só queriam "ver" o mesmo, poucos queriam tocá-lo.

Renato Menezes disse...

Marcelo Araújo ,se a Bíblia contar detalhes minuciosos , não dariam para ser carregada , são muitas perguntas , continuemos a ler e pedir ao Espírito SANTO o discernimento.. vamos continuar obedecendo pois chegará um dia que poderemos perguntar tudo

Leumas disse...

Kelisson Eduardo, não necessariamente ela tinha 14 anos, mas fato de ser relatado que ela gastou tudo q tinha, significava q ela deveria ter posses e q portanto já deveria ter trabalhado a ponto de tornar-se rica. Entao se conclui daí q ela deveria já ser adulta, q poderia estar com 36, 46, 50 anos... Já ter tido filhos, porque nao? A Bíblia nao relata, mas aponta, devido a esse fato. (Fátima Bentes)

willian disse...

Bruno Hiego.
Uma pessoa só é "vista" na sociedade quando ela "tem" quando não "tem" é ignorada, vive as margens e não nos centros. Enquanto ela tinha era "vista e assistida" e provavelmente este era o estagio inicial de sua enfermidade. Uma vez que a doença a tornava impura. Mas para isso precisava de uma avaliação. O sacerdote é quem decretava a lei do puro e impuro a proclamava as devidas observações. Oque ela tinha era " uma especie de menstruação prolongada ou outra coisa."

Unknown disse...

Pará que almas possam ser alcançada através do que o senhor tem feito na sua vida, e pode fazer muito mas na vida dela. Amém

Postar um comentário