ESTUDO:O QUE DIZ A BÍBLIA SOBRE A ETERNIDADE

                                                                            Um Estudo em 2 Co 4.16-18


INTRODUÇÃO: A Eternidade é um daqueles assuntos considerados complexos e temidos. Ninguém até hoje pode definir, à luz da ciência o que seja a ETERNIDADE. Não temos olhos para vê-la completamente nem mente para compreendê-la, mas mesmo assim, não devemos desconsiderá-la. Haverá um dia em que as estrelas cairão do firmamento, o sol não dará mais sua claridade e a lua converter-se-á em sangue. Haverá um dia em que os céus se precipitarão em estrepitoso estrondo, e assim a eternidade se estenderá para sempre. Vejamos o que nos ensina a Palavra de Deus sobre a eternidade.

1.      TODAS AS COISAS DESTE MUNDO SÃO TEMPORAIS E ESTÃO MORRENDO
·         Todas as coisas ao nosso redor estão morrendo e caminhando para o seu fim. A matéria não é eterna. Tudo o que é criado está sujeito à morte. Tudo está morrendo, exceto nossa alma. Nós estamos indo para a eternidade. Nossa vida é como um sopro, uma flor que logo murcha e seca, como um corredor veloz, como um breve pensamento. Tudo passa rapidamente e nós voamos, (S 90).
·         As coisas mais valorizadas na vida são temporárias: a beleza, a juventude, a força física, a sabedoria e o poder do cérebro. A casa onde vivemos o lar que amamos as riquezas que acumulamos a profissão que abraçamos os planos que formulamos, as relações que mantemos são somente por um breve tempo. São passageiras, nada disso vai permanecer para sempre. Diz a Bíblia que “o que vemos é temporal” (2 Co 4. 17). Devemos considerar as coisas à luz da eternidade antes que seja tarde demais. As coisas com que lidamos agora, em breve vão deixar de existir.  Não devemos por o coração nem fazer delas um ídolo, porque nada levaremos desta vida quando partirmos deste mundo. O reino de Deus deve ser nossa prioridade absoluta, pois o mundo e os seus desejos passam.
·         As tribulações e angústias também são temporárias. Em breve elas irão terminar. E mesmo agora, elas trabalham para o nosso bem. “A nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória”. Devemos suportá-las pacientemente, olhando para cima, para Cristo confiantemente. A nossa redenção se aproxima. Há um descanso para o povo de Deus.  Em breve estaremos para sempre com o Senhor no Seu Reino.
2.  A HUMANIDADE CAMINHA PARA UM MUNDO ONDE TUDO É ETERNO
·         Nós não podemos alcançar isso plenamente. O contraste entre o agora e o eterno, entre este mundo e o próximo é tão grande que a mente mais brilhante não pode explaná-lo. Como o que vivemos aqui no mundo traz conseqüência no próximo, consideremos as coisas que não se vêem. A futura felicidade daqueles que são salvos é eterna, é uma felicidade que jamais acabará. Deus irá nos encher com sua alegria, pois na presença de Deus há plenitude de alegria (Sl 16.11).
·         Na Eternidade com Deus, receberemos a coroa da vitória. Então nossa luta terá chegado ao fim, a dor, o luto e as lágrimas jamais existirão. Jamais sentiremos fome ou sede. Jamais teremos cansaço ou seremos assolados pela doença. Não haverá mais despedida nem relacionamentos quebrados. Faremos parte da gloriosa família onde jamais haverá contenda, jamais haverá qualquer maldição.  Não haverá mais  noite. Lá conheceremos como somos conhecidos e estaremos para sempre com o Senhor. Por isso, “Consolai-vos uns aos outros com essas palavras” (1 Ts 4.18).
·         A eternidade da miséria dos perdidos é igualmente eterna. Essa é uma terrível verdade que está claramente expressa nas Escrituras. Se a bem-aventurança do salvo é eterna, também o é a condenação dos ímpios. Ninguém falou tanto das penalidades eternas como JESUS. Foi ele quem falou sobre o fogo que não se apaga e do bicho que jamais deixa de roer. Foi ele quem disse que os justos vão para a vida eterna e os ímpios para a condenação eterna. Os apóstolo Paulo e João também falaram sobre a eterna destruição dos ímpios (2 Ts 1.9 e Ap 16.7; 21.8).
·         Satanás, a antiga serpente continua usando suas velhas estratégias, enganado e iludindo os homens dizendo: certamente você não vai morrer |(Gn 3.4).  Vive dizendo que eles não terão que enfrentar o juízo de Deus, que depois da morte ou serão aniquilados, ou poderão sair do suposto purgatório para o céu ou ainda que vão se reencarnar. Mas a Bíblia diz que aos homens está ordenado morrer uma só vez, vindo depois disso o juízo (Hb 9.27). O diabo ainda diz na boca dos liberais que ao fim todos os homens serão salvos e que todos irão para o céu. Vamos fugir dessas mentiras malignas. Vamos nos apegar à verdade de Deus, vamos fugir da ira vindoura. Devemos nos voltar para Deus enquanto é tempo. Buscá-Lo enquanto está perto.
·         Sejamos fiéis a Deus por causa das verdades reveladas na Sua Palavra. Qual foi o propósito para o qual o Filho de Deus se encarnou, agonizou e morreu numa rude cruz para fazer expiação se os homens podem ser salvos sem crer nele? Onde está a prova que uma pessoa pode ser salva depois de morto? Onde está a necessidade do ministério do Espírito Santo se o pecador pode entrar no céu sem conversão e sem um coração regenerado? Se um homem sem a fé em Cristo e santificação do Espírito pode escapar da condenação eterna, então o pecado não é um mal tão grave e não haveria necessidade de expiação.
·         Sejamos fiéis por causa da santidade e moralidade. Não há nada que agrade a nossa carne mais do que a teoria de que nós podemos vier no pecado e ainda escapar da condenação eterna; que podemos viver e morrer no pecado que ainda iremos para o céu. Porque deveria eu negar-me a mim mesmo, tomar a minha cruz se posso entrar no céu sem arrependimento?
·         Sejamos fiéis por causa da esperança comum de todos os santos. Não podemos falar de bem-aventurança eterna se negamos o tormento eterno. Essas duas verdades caminham lado a lado. Se cremos na Bíblia não podemos negar nenhuma nem outra. E mais fácil falar somente do amor de Deus, mas e quanto a sua ira, sua justiça e sua santidade?
3. NOSSO FUTURO ESTADO ETERNO COMEÇA HOJE NO PRESENTE
·         A vida que vivemos sobre a terra em breve chegará ao fim (Sl 90.9).  Mas a vida que está diante de nós, quando sairmos deste mundo, é eterna.  Mas apesar da nossa passagem neste mundo ser breve, a vida que vivemos aqui definirá a eternidade. Não há nada que alguém possa fazer para mudar o destino depois da morte. Hoje é o dia oportuno. Hoje é o dia da salvação, Rm 2.6-8.
·         Estamos aqui como num estado probatório. Há conseqüências eternas resultantes de todas as nossas palavras, ações e pensamentos. Nossos pensamentos são contados, nossas palavras pesadas, nossas obras julgadas. Seremos pesados na balança de Deus. Ele colocará seu prumo sobre nós. Aquilo que o homem semear isso ele ceifará. O que nós vivemos nesta vida, vamos colher depois da morte por toda a eternidade.
·         Não há engano mais fatal do que pensar que se pode viver aqui como um ímpio e acordar na ressurreição como um santo. Estar sem Cristo nesta vida e passar a eternidade com ele. A Bíblia é clara: o que nós somos quando morrermos: se convertidos ou inconversos, se crentes ou descrentes, se piedosos ou profanos é isso que seremos quando a última trombeta tocar. Não há arrependimento na sepultura. Não há conversão depois da morte. Agora é o tempo de se voltar para Deus. Agora é o tempo de se reconciliar com Deus. Agora é o tempo de sair do império das trevas para o Reino da luz. A noite em breve virá quando não se pode mais trabalhar.
4. JESUS É O ÚNICO QUE PODE SALVAR E DAR GARANTIA AQUI E NA ETERNIDADE
·         Jesus veio para desfazer as obras do diabo. Ele veio para destruir o seu cativeiro. Veio para triunfar sobre o pecado, o diabo e a morte. Ele veio para trazer luz e imortalidade (2 Tm 1.10). Ele veio para libertar os que vivem com medo da morte (Hb 2.15).
·         Jesus comprou-nos, remiu-nos e libertou-nos com seu sangue. Ele se tornou nosso substituto. Ele carregou os nossos pecados em seu corpo. Ele foi moído e traspassado pelas nossas iniqüidades. Ele se fez pecado por nós. Tudo o que ele comprou para nós, nos oferece gratuitamente. Aqueles que se voltam para ele são perdoados. Ele continua convidando o homem para a salvação, mas breve este convite não será mais ouvido e a porta da salvação se fechará.
·         Aquele que tem Cristo tem a vida. Cristo voltou para o céu. Ele preparou um lugar para nós. Quando deixarmos este mundo, há uma cora de vida para nós. E aí gritaremos bem alto: “Onde está ó morte a tua vitória?”
CONCLUSÃO: Precisamos refletir. A vida é curta e incerta. Não conhecemos o nosso amanhã. Projetos, sonhos em como ganhar dinheiro, gastar dinheiro, comer e beber, casar e dar-se em casamento, tudo isso pode acabar para nós num piscar de olhos. E aí, o que temos feito pela nossa alma imortal? Estamos desperdiçando o nosso tempo ou usando-o sabiamente/? Estamos preparados para encontrarmos com Deus? A eternidade está vindo, vindo, mui rapidamente sobre nós. Estamos indo muito rápido para ela. Mas onde estaremos? Estaremos entre os perdidos ou entre os salvos?  A salvação está garantida para aquele que crê. Mas crer é viver na prática a fé. Não nos enganemos. Não sejamos pessoas religiosas, mas homens e mulheres de Deus cujo maior desejo é estar para sempre com o Senhor. Da vida eterna já tomamos posse hoje em nome de Jesus. Amém.

3 comentários:

MPR disse...

Deus abençoe sua vida querido,palavra muito edificante.

Unknown disse...

Louvado seja o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, por sua vida!

... disse...

Que palavra abençoada, falar de eternidade hoje em dia está sendo algo raro. As pessoas estão se apegando muito nesse mundo, no que é perecível.Precisamos colocar nosso coração no Reino, pois onde estiver o nosso coração também estará o nosso tesouro.

Postar um comentário