O DEUS DOS CÉUS É QUEM NOS DARÁ BOM ÊXITO; NÓS, SEUS SERVOS, NOS DISPOREMOS E REEDIFICAREMOS”. UM ESTUDO NO LIVRO DE NEEMIAS (Parte II)



(Parte II)
Texto Bíblico: Neemias 1.5.11
     Ao saber da triste situação de Jerusalém (moradores na miséria, muros derrubados e portas queimadas), Neemias resolveu buscar a face do Senhor orando e jejuando. Somente Deus poderia não só resolver a situação terrível em que se encontrava Jerusalém, como também era o único que poderia criar as condições necessárias para que a cidade fosse restaurada.

I. Desejando fazer um pedido a Deus, em sua oração com lágrimas e tristeza, Neemias trouxe à memória do Senhor, v 5:
a)Que Deus é transcendente (Deus está acima do seu povo e é o Deus dos céus);
b) Que Deus também é imanente ( Está perto do seu povo como o Deus da aliança);
c) A infinita misericórdia de Deus para com o seus servos que guardam os seus mandamentos;
d) Ele suplicou por duas vezes (v.6 e v.11) que os ouvidos do Senhor estivessem atentos e que os olhos estivessem abertos para atender à oração que fazia;
e) A oração era dia e noite (v.6) isso quer dizer continuamente;
f ) Neemias confessou os pecados da nação e da sua própria família que não tinham guardado os mandamentos do Senhor (v.7);
g) Ao reconhecer o pecado do povo, ele reconhece que a aliança de Deus feita com Moisés era condicional e Israel estava colhendo os frutos da desobediência (o exílio), v.7-9;
h) Neemias lembrou ao Senhor que se o povo se arrependesse e obedecesse ao Senhor, Deus os ajuntaria outra vez no lugar escolhido para fazer habitar o Seu nome, v.9;
 i)Ele lembra que os judeus ainda são servos resgatados pelo Senhor com mão poderosa, v.10;
j) Ele pediu que Deus concedesse que fosse bem sucedido na tarefa da reconstrução;
m) Que lhe ajudasse junto a Artaxerxes.
2. A vida de Neemias está repleta de muitas lições para nós líderes da Igreja Betel. Neemias além de copeiro de Artaxerxes foi governador e reconstrutor de Jerusalém, a cidade que passou mais de um século debaixo de escombros. Ele levantou os muros da cidade em apenas cinquenta e dois dias, apesar de escassez de recursos, do desânimo do povo e dos constantes ataques do inimigo.
·         Neemias era um homem de oração, mas também era um estrategista. Quando soube que a cidade de Jerusalém estava assolada por grande miséria e o seu povo vivendo debaixo de opróbrio, Neemias chorou, orou, jejuou, mas também se dispôs a agir e estabeleceu uma estratégia. Ele falou com Deus e com o rei da Pérsia. Ele buscou os recursos do céu e recursos da terra. Precisamos de líderes piedosos, sábios e íntegros e, mas também de líderes estrategistas. Homens que tenham comunhão com Deus e desenvolvem estratégias para lidar com os intrincados desafios e problemas da terra.
·         Neemias era um homem de Deus, mas procurava conhecer a situação e os problemas para então propor os desafios. Quando Ele chegou à devastada cidade de Jerusalém, nada disse ao povo até fazer uma meticulosa avaliação da situação. Somente depois, compartilhou seu plano e conclamou o povo para unir-se a ele na reconstrução da cidade. Antes de desafiar o povo para o trabalho, o líder precisa saber a dimensão da obra a ser feita. Antes de falar ao povo, o líder precisa ter uma estratégia clara em sua mente. Um líder sábio analisa os problemas discretamente antes de encorajar seus liderados publicamente. Quando o líder sabe o que precisa ser feito, e aonde quer chegar e como chegar, seus liderados são encorajados a realizar a obra.
·         Neemias liderava com caráter por isso tinha autoridade para exortar. Ele exortou com autoridade, porque sua integridade era a base da sua liderança. Por temor a Deus, não usou seu posto de liderança para auferir vantagens pessoais, mas para servir ao povo com maior abnegação. A vida do líder é a vida da sua liderança. A integridade do líder é a base da sua autoridade para exortar seus liderados.
 ·     Neemias era um homem de oração, mas também era um homem de trabalho. Ele confiava em Deus e trabalhava. Ele orou ao saber do problema de Jerusalém. Ele orou ao falar com o rei Artaxerxes. Ele orou diante dos ataques do inimigo. A oração era a atmosfera em que realizava sua obra. Ele entendia que a obra de Deus precisava ser feita na força de Deus, de acordo com a vontade de Deus e para a glória de Deus. Neemias acreditava que Deus é quem abre as portas, provê os recursos, desperta o povo, livra do inimigo e dá a vitória. A intensa agenda de oração de Neemias, entretanto, não fez dele um líder contemplativo, mas um homem dinâmico, um gestor competente, um estadista que reergueu sua cidade dos escombros.
·         Neemias era um homem que combinava o ensino da Palavra com planejamento estratégico. Neemias foi um líder fiel às Escrituras. Ele convocou o povo para voltar-se para a Lei de Deus e fez não apenas uma reforma estrutural e política em sua cidade, mas também uma reforma espiritual. Por outro lado, Neemias foi absolutamente estratégico nesse projeto. Ele colocou cada pessoa no lugar certo, para fazer a coisa certa, com a motivação certa. Ele motivou e mobilizou todas as pessoas: homens e mulheres, pobres e ricos, sacerdotes e comerciantes, agricultores etc. Ninguém ficou de fora. No seu planejamento havia trabalho para todos e foi a união de todos, trabalhando na mesma direção, com a mesma motivação, que redundou em tremenda vitória. Que Deus levante entre líderes da Igreja Betel, homens que tenham compromisso com a Obra de Deus!
 CONTINUA

0 comentários:

Postar um comentário